Vereador perde votação ao tentar evitar “propaganda eleitoreira em ações de esporte”

10 Mai

O vereador André Salineiro tentou evitar que pessoas físicas pudessem fazer propaganda do próprio nome ao colaborarem ou doarem dinheiro para ações ligadas ao esporte, em Campo Grande. É o que prevê o projeto de lei n. 9.306/19 “Parceiros do Esporte”, votado nesta quinta-feira (9), pelos vereadores. O texto, que aguarda sanção do Prefeito, inclui também pessoas jurídicas. Salineiro apresentou emenda para retirar apenas a opção de doadores que são somente pessoas físicas de fazerem sua propaganda, mas a emenda não teve apoio da maioria dos parlamentares.

“A única pessoa física que doa e quer seu nome publicado lá é o político para ter voto, para ser visto. É um excelente projeto, porque há muitos locais que não são utilizados para esporte por falta de recurso. O grande problema é a propaganda de pessoas físicas. Pessoa jurídica é justo, porque ela precisa divulgar para captar clientes. Já a pessoa física eu não vejo outro interesse a não ser eleitoreiro”, argumentou Salineiro, ao tentar apoio dos demais vereadores para sua emenda que poderia modificar o projeto.

Com 16 votos contra e apenas 7 a favor, a emenda do vereador não entrou no projeto de lei do Executivo. Com isso, ele alertou que políticos e pessoas que têm intenção de se candidatarem vão se aproveitar e doar pelo interesse de se promoverem. Salineiro deixou claro que é a favor do projeto que valoriza o esporte, mas não da forma como foi aprovado, com a opção de propaganda de pessoas. Por isso, depois de insistir na mudança do projeto e ser derrotado na votação de sua emenda, votou contra o projeto original, que foi aprovado pela maioria.

LEIS SANCIONADAS

Salineiro apresentou 78 projetos e 37 já viraram lei. Clique aqui para ver todos. Acompanhe o vereador de Campo Grande nas redes sociais Instagram: @andresalineiro, no Facebook: Salineiro Policial Federale Twitter @andresalineiro   Os projetos abrangem desconto e parcelamento de impostos para moradores e empresários, causa animal, incentivo ao esporte e patrocínio de atletas, igualdade de gênero e valorização da mulher, segurança pública, desburocratização do serviço público, direito das pessoas idosas e com deficiência, educação, inclusão social, combate à corrupção, ressocialização e sustentabilidade, entre outros.

Caroline Maldonado

Foto: Izaías Medeiros/Câmara Municipal de Campo Grande

#ENQUETE

O que pode melhorar a Segurança Pública?

GABINETE

ITINERANTE