Sindjor e vereador Salineiro criticam MP que afeta jornalista, radialista, publicitário e outros

11 Dez

O presidente do Sindjor-MS (Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Mato Grosso do Sul), Walter Gonçalves, usou a tribuna da Câmara Municipal de Campo Grande, nesta terça-feira (11), para se manifestar sobre a Medida Provisória 905/19 que extingue a necessidade de registro profissional para jornalista, radialista, artista, publicitário, atuário, artista, arquivista, sociólogo, secretário, corretor de seguros, entre outras profissões que não possuem conselho. A MP institui o Contrato de Trabalho Verde e Amarelo e altera a legislação trabalhista.  O presidente do Sindjor usou a palavra a convite do vereador André Salineiro, que criticou a medida que atinge as profissões.

“As três categorias ligadas à Comunicação trabalham com veracidade, qualidade do produto que divulgam e a criatividade, no caso dos publicitários. No caso dos jornalistas, ele tem preocupação com a apuração das informações e o compromisso de ouvir todas as partes de um acontecimento. Uma pessoa que não tem habilitação e registro terá esses compromissos?”, questionou Walter.

Salineiro classificou como inadmissível o exercício das profissões de jornalista, radialista, publicitário e todas as demais sem exigência do registro profissional. “Isso é menosprezar a profissão e é um tiro que sai pela culatra, porque ao mesmo tempo que tenta enfraquecer uma categoria, dá-se forças para que “profissionais meia-boca”, os falsos profissionais tenham força, porque quando a pessoa é registrada tem uma responsabilidade a mais”, comentou Salineiro.

MAIS SOBRE O MANDATO DO VEREADOR 

Salineiro apresentou mais de 100 projetos e 46 já viraram leis. Clique aqui para ver todos os projetos. Acompanhe o vereador de Campo Grande nas redes sociais Instagram: @andresalineiro, no Facebook Salineiro Policial Federal e Twitter @andresalineiroOs projetos abrangem desconto e parcelamento de impostos para moradores e empresários, causa animal, incentivo ao esporte e patrocínio de atletas, valorização da mulher, segurança pública, desburocratização do serviço público, direito das pessoas idosas e com deficiência, educação, inclusão social, combate à corrupção, ressocialização e sustentabilidade, entre outros.

 

Caroline Maldonado

Fotos: Izaías Medeiros 

#ENQUETE

O que pode melhorar a Segurança Pública?

GABINETE

ITINERANTE