Promoção de Eventos: Câmara vota projeto de Salineiro para facilitar produção de eventos

13 Fev

Promoção de eventos é um setor importante da economia que envolve vários segmentos. Portanto, o vereador André Salineiro elaborou o projeto de lei que institui o “Fácil Eventos” para centralizar e informatizar a emissão de documentos para promoção de eventos. A proposta de Salineiro é fazer com que licenças, certidões e alvarás sejam expedidos pela internet. Seria em uma única plataforma, evitando a peregrinação em busca de documentação. O projeto será votado pelos vereadores, nesta quinta-feira (14), na Câmara Municipal.

Conforme Salineiro, a demora na expedição dos documentos prejudica o setor, que é muito importante para a economia da Capital. “Nós temos que pensar em formas de tornar ágil o serviço público de modo geral e, neste caso, não é diferente. Contudo, os produtores de eventos precisam, há tempos, de um mecanismo que diminua esse a demora na expedição. Afinal, isso gira em torno de 30 dias. Também tem toda uma cadeia de segmentos de trabalho envolvidas na promoção de um evento”, argumenta. O vereador João César Mattogrosso assina junto a proposição da lei.

EMISSÃO DE ALVARÁS E LICENÇAS NO BRASIL

Com o fim de defender a importância da informatização, o  vereador lembra que em muitas capitais do país o processo de licenciamento para eventos já é informatizado. A exemplo, Porto Alegre/RS, Salvador/BA e no Rio de Janeiro/RJ. Também está prevista a produção de um manual explicativo dos procedimentos que devem ser adotados. Conforme o projeto, a Prefeitura poderá celebrar convênios com o Governo do Estado para instalar no mesmo espaço físico, órgãos estudais que fazem a expedição de documentos.

MAIS PROJETOS DE LEI

Também há outros projetos que já viraram leis, de autoria do Salineiro. Clique aqui para ver todos. Acompanhe o vereador de Campo Grande nas redes sociais Instagram: @andresalineiro, no Facebook: Salineiro Policial Federale Twitter @andresalineiro  Salineiro apresentou 68 projetos nos primeiros 20 meses de mandato e 31 já viraram leis. O projetos abrangem desconto e parcelamento de impostos para moradores e empresários, causa animal, incentivo ao esporte e patrocínio de atletas, igualdade de gênero e valorização da mulher, segurança pública, desburocratização do serviço público, direito das pessoas idosas e com deficiência, educação, inclusão social, combate à corrupção, ressocialização e sustentabilidade, entre outros.

#ENQUETE

O que pode melhorar a Segurança Pública?

GABINETE

ITINERANTE