Em meio ao caos, “fundão” está imune ao Coronavírus: mas quem são seus protetores?

11 Mai

Ninguém está imune aos grandes prejuízos da pandemia de Coronavírus, que já matou mais de 11 mil pessoas no Brasil, elevou o dólar em 25%, fazendo a moeda americana valer R$ 5,73 e quebrou diversas empresas. Nesse cenário, temos uma exceção até agora: estão imunes todos os políticos que contam com os recursos do Fundo Eleitoral para suas campanhas. O famoso “Fundão da Vergonha” está imune ao Coronavírus, enquanto o Governo Federal, Estados, Municípios, empresários e pessoas físicas, ao redor do Brasil, se mobilizam para ajudar os mais prejudicados.

Por que está imune? Porque tem seus protetores, que emperram a votação do projeto que visa destinar R$ 2 bilhões, que hoje estão reservados para custear eleições municipais, para combater a pandemia. O Projeto de Lei 649/2020 do Deputado Ubiratan Sanderson, que prevê destinar o Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) para o combate, controle e prevenção do agente viral “nCov-2019”, tramita na Câmara dos Deputados desde o dia 17 de março, ou seja, há 50 dias, indo para dois meses. Falta de opção não é porque há ainda outras propostas semelhantes no Congresso, aguardando votação.

Para que o recurso seja remanejado são necessárias duas votações com, pelo menos, 257 votos favoráveis, na Câmara dos Deputados. Se aprovado o projeto tem que enfrentar os protetores do “Fundão” no Senado Federal. Muitos dizem que se aprovado o texto pode ser contestado na Justiça, porque alterações que tenham a ver com Eleições devem ser feitas com, no mínimo, um ano de antecedência. Ocorre que estamos falando de uma emergência em que todos estão se sacrificando. Por que somente os políticos devem ficar imunes?

O “Placar Estadão” mostra os votos dos políticos que já decidiram seus votos. Conforme o site, “além do ‘carômetro’, é possível filtrar parlamentares por voto, Estado, partido, e mandar um email para eles”. Confira no link quem são os 268 a favor de doar os R$ 2 bilhões para combate à Pandemia; os 18 contra; os 133 que não quiseram responder e os 93 não encontrados pelo jornal > https://arte.estadao.com.br/especiais/placar/votacao/politica/?id=2LbnfZRQ8p

 

André Salineiro é Agente de Polícia Federal e, atualmente, exerce somente o cargo de Vereador por Campo Grande. 

 

Foto: Jonas Pereira/Agência Senado. Direitos autorais: Senado Federal do Brasil.

#ENQUETE

O que pode melhorar a Segurança Pública?

GABINETE

ITINERANTE